terça-feira, 18 de março de 2014

GRUPO DE ESTUDOS: Deleuze e a Psicanálise


DELEUZE E A PSICANÁLISE

Realizado por Aline Sanches*


OBJETIVOS: voltar-se para três textos fundamentais de Deleuze - Apresentação de Sacher-Masoch (1967), Diferença e Repetição (1968) e Lógica do Sentido (1969) - de maneira cronológica e detalhada, dedicando-se a explorar os pontos específicos de seu debate com a psicanálise. Buscaremos apresentar a complexidade de seu pensamento, de difícil acesso para quem não é familiarizado com a filosofia, ao mesmo tempo em que analisaremos os textos psicanalíticos que despertaram sua admiração e sua crítica.



ARGUMENTO: considerado um dos mais importantes filósofos do século XX, o francês Gilles Deleuze manteve um intenso diálogo com a psicanálise em determinado período de sua obra, sobretudo a partir de 1967. Embora tenha se tornado célebre e polêmico entre o meio psicanalítico pela publicação de O Anti-Édipo (1972) com Guattari, Deleuze já havia realizado importantes incursões pelas obras de Freud, Klein e Lacan. O debate que Deleuze estabelece com a psicanálise nos três textos acima citados são extremamente férteis tanto para fazer avançar a teoria psicanalítica quanto sua filosofia da diferença. Deleuze demonstra um profundo conhecimento da metapsicologia e da psicanálise em seu desenvolvimento global, o que se verifica tanto pela amplitude dos temas abordados – o sadomasoquismo, o princípio de prazer, a compulsão à repetição, o desenvolvimento psicossexual, entre outros... – quanto pela diversidade dos autores citados. Em seus textos, nota-se que a psicanálise é objeto de críticas, mas também é sua aliada na investigação e desenvolvimento de alguns temas caros ao seu próprio projeto filosófico. Cabe, portanto, compreendermos o que Deleuze critica, o que ele valoriza, e quais propostas ele dirige ao campo psicanalítico.

ROTEIRO DE ESTUDOS:


1)  Apresentação de Sacher-Masoch
- O impossível conceito de sadomasoquismo
- O projeto “crítica e clínica”: a literatura como ferramenta diagnóstica na psicanálise
- O modelo patriarcal e a superioridade masculina nos fundamentos das interpretações freudianas: a incompreensão do masoquismo e do feminino em Freud.
- A função materna no masoquismo
- Eros e Tânatos, princípios transcendentais: a distinção entre instinto e pulsão. Como Deleuze lê o texto freudiano Além do princípio de prazer (1920).

2) Diferença e repetição
- As três sínteses constitutivas do inconsciente
- Hume e Freud: o delírio como solo, a imposição secundária da organização psíquica
- Bergson e a psicanálise: objetos virtuais parciais e pequenos eus larvares
- Duas concepções da repetição na teoria freudiana
- O instinto de morte é a força que engendra o pensar

3) Lógica do sentido
- Estruturalismo e psicanálise
- O não-senso: motor do pensamento, mas também de sua destruição. Lewis Carroll e Artaud, entre a arte e a esquizofrenia
- Corpo despedaçado e corpo sem órgãos: o registro da profundidade, entre Klein e Artaud.
- O desenvolvimento psicossexual, entre a psicose, neurose e perversão.


PÚBLICO-ALVO: Voltado para graduados ou alunos de psicologia, que possuem um conhecimento razoável de psicanálise e que se interessam pela interlocução com a filosofia, sobretudo pelas críticas e propostas que Deleuze dirige ao campo psicanalítico.

INSCRIÇÕES: enviar email até 05/04 para psicoaline@yahoo.com.br com nome completo e telefone, descrevendo brevemente seu percurso acadêmico. Informações adicionais, como local, datas, e maiores informações, serão disponibilizadas por email aos interessados.

VALOR: R$ 360,00 por 08 encontros (R$ 45,00 por encontro).

OBSERVAÇÕES: Grupo limitado a 8 participantes, com início previsto para abril/2014. Serão realizados encontros mensais, com duração de 2hs, provavelmente no sábado à tarde ou quarta-feira à noite. 


*Aline Sanches é psicóloga pela UNESP/Assis, mestre e doutora em Filosofia pela UFSCar e doutora em Psicopatologia e Psicanálise pela Paris VII. Dedica-se desde 2003 ao estudo simultâneo da psicanálise e da filosofia de Gilles Deleuze. Mais informações em: http://lattes.cnpq.br/0570819174001324